segunda-feira, junho 04, 2007

Teixeira de Pascoaes: A Criança e o Silêncio

«A criança que nunca é respeitada no seu silên­cio acaba por ser incapaz de construir a sua inti­midade»
João dos Santos

O Nascimento

Teixeira de Pascoaes, de seu nome Joaquim Teixeira de Vasconcelos, nasceu em Amarante, a 2 de Novembro de 1877 - «nasci no dia eleito da Saudade» (Terra Proíbida).
Nesse dia, Dia dos Fieis Defuntos, de Outono, crepuscular, possivelmente chuvoso e cinzento, veio ao mundo um poeta - «Todos os poetas se lembram do dia em que nasceram e conservam sempre, nos ouvidos, os gritos da dor parturi­ente», escreverá no Livro de Memórias.
Detenhamo-nos, por instantes, nesta afir­mação que, aparentemente, nada tem de científi­co. Segundo o Doutor Fernandes da Fonseca, «o acto de nascimento constitui uma poderosa fonte de angústia ou, pelo menos, de um sentimento ambíguo de prazer e desprazer, de alívio e de angústia». (Psiquiatria e Psicopatologia II).
É notável, tendo em conta o esclarecimento médico, a capacidade intuitiva do Poeta. Aliás, segundo o mesmo autor, «os modernos conheci­mentos de natureza molecular da memória vie­ram confirmar uma concepção empírica já aflora­da pela psicanálise».
Uma das suas sobrinhas, Maria do Carvalhal, na obra comemorativa do centenário do nascimento do Poeta, referindo-se à extrema sensibilidade de seu tio, generaliza.: «A Alma dos Poetas é de cera, nela fica gravada a mais leve emoção» (Pascoaes). •

A Mãe

Pascoaes não será privado da companhia da mãe. Ela acompanhá-lo-á quase até à morte. Falecerá com noventa e seis anos e meio, onze meses antes cio Poeta.
Após o falecimento da mãe, o Poeta terá sen­tido o seu espaço, o de sempre, para sempre per­dido, e ainda que dedique a uma sua afilhada (filha dos caseiros) uma terna, quase doentia paixão, o mundo que acabou - sua mãe - em breve o receberá no outro.
Qual terá sido o papel da mãe na obra de Pascoaes? Terá ela sido um fantasma de carne e osso? A segurança, o refúgio à insistência obsessi­va dos Medos?
Segundo Gerard Mandei, na obra La Revolte contre lê Pére, tem o Fantasma por função proteger a fase precedente, demonstrando um sentimento contínuo de existência. Pascoaes vai sentir neces­sidade de se proteger da Vida.
O Fantasma, segundo Mandel, opor-se-á à maturação do indivíduo, maturação que se prende com o fim da Infância, idade que o poeta de Maranus sublimará.
Mais tarde, como veremos, Pascoaes irá adop­tar Pais espirituais que lhe darão respostas para a sua fixação materna:
«De olhos no Além,
Ergui um dia às nuvens o meu canto,
Como outrora envolto em misterioso encanto,
À tardinha rezava ao pé de minha mãe»
Segundo João dos Santos, uma criança aos seis anos sabe tudo da vida: andar, falar, ler, sabe fazer a leitura das situações e a leitura dos objectos à sua volta. Não sabe ler os símbolos pelos carac­teres gráficos que lhe apresentamos, não sabe, não pode saber. Mas sabe trocar afecto, dar e receber. Será que Pascoaes vai com o saber fundo da infância, atento ao que o rodeia, intuir, amar, e imaterializar o real à medida da sua sensibilidade, do seu olhar virgem que assim permanecerá? E a mãe será a guardiã desse passado infantil?
«A minha imagem infantil, onde ela vive ainda, perfeita, é na memória da minha Mãe. Ali é que vive ainda, como num íntimo refúgio. Lá estou adormecido nos teus braços. Bate-me a luz nos olhos, acordo e brinco ao sol de Deus» (Duplo Passeio).
Este texto é bem revelador da ligação do mundo infantil à paz materna.

O Pai

A mãe era, segundo Maria do Carvalhal, a sim­patia e o dinamismo em pessoa. «O Pai era bem talhado para ser pai daquele Poeta» (Pascoaes).
Tendo em conta outras informações e escritos, queremos crer que esta afirmação a propósito do seu progenitor não é totalmente correcta. Se observarmos que é nos primeiros anos de vida que a imagem do pai se materializa e estabiliza, sabendo nós que seu pai utilizava um método rígido de educação, obrigando os filhos, mesmo os mais novinhos, a tomarem banho na água gelada do tanque todos os dias, mesmo no inver­no, é de imaginar que Pascoaes não se sentisse muito identificado com ele.
O pai vai-se tornar um símbolo de autoridade e de poder, e a criança não terá outra alternativa senão submeter-se.
Mais tarde, no entanto,já homem e com banca de advogado em Amarante, as relações entre um e outro serão como que de irmão para irmão, não se distinguindo, senão pela idade, o filho do pai.
Se atendermos ao verso «O que há de mim de lírio e de donzela», facilmente concluiremos que esta relação pai/filho só terá sido possível pela cultura, erudição que ambos possuíam, e não pela sensibilidade. Eram agora dois adultos.
Segundo Fernandes da Fonseca «uma das relações a que frequentemente se faz alusão, após o advento da concepção psicanalítica, é a de uma certa coexistência entre a criatividade artística e a homossexualidade» (Psicologia da Criatividade).
Freud foi o primeiro a referir-se a esta ligação. Em Pascoaes tal não se terá verificado, mas saben­do nós que nas sensibilidades mais apuradas há
um misto de masculinidade e feminilidade, é razoável considerar a infância de Pascoaes na sua relação com o pai como de um considerável afas­tamento afectivo.
Fernandes da Fonseca diz-nos ainda que o poeta sentiu dificuldades em ultrapassar a fase edipiana devido à devoção que guardava à mãe, manifes­tando muito cedo uma acentuada religiosidade, que vem a ter uma grande influência na sua obra.

O Ideal do Eu / O Eu Ideal

Como é sabido, o Eu Ideal, assim como o Ideal do Eu, são sentimentos que estão ligados directa­mente ao Imago; imago que pode ser materno ou paterno, assim como Bom ou Mau - imagem que a criança guarda do pai e da mãe.
O Ideal do Eu está dependente do imago pater­no, ao invés do Eu Ideal, que se encontra rela­cionado com o materno.
O Eu Ideal é um fantasma correspondendo a uma ideia-força que entra no campo da consciên­cia e a inunda - processo de satisfação de uma necessidade sentida sem se recorrer a qualquer acto externo.
O Eu Ideal é uma versão fantástica de si próprio e que corresponde à capacidade de sonhar de olhos abertos - o fantasma, enquanto que o Ideal do Eu corresponde ao desejo mais ou menos realizável tendo em conta o meio em que se inseriu, e está ligado à função do pai.
O Eu Ideal corresponde à fantasia, acabando por anular todos os pensamentos - uma imagem--força que está ligada à função da mãe.
O fantasma e a sublimação artística prendem-se, como é óbvio, ao Eu Ideal, levando para formas de pensamento mágico. Mas a criação artística envolve o acto, e é o resultado da orientação com-portamental do Ideal do Eu pelo Eu Ideal, que assim acaba por ser «retratado» ou «materializa­do» e proposto aos outros.
Sabendo que o imago é a projecção de uma lembrança da infância sobre uma pessoa ou um objecto e que em Pascoaes se torna notória a pre­dominância do imago materno, é possível, sem errar, dizer que a mãe preenche toda a sua obra. Sendo sempre boa, doce, a síntese de todas as vir­tudes - a paz.
É de notar a forte ligação natureza - imago materno. Pascoaes vai realizar q fantasma fundin­do-o com a terra. E mais tarde, através da arte, proporá um inconsciente colectivo feito de arquétipos, que levará à elaboração do mito da

A Religião

De tenra idade, o pequeno Joaquim organizou uma Procissão de Meninos de Pascoaes recrutados nas escolas, todos fardados com anjos e outras figuras, vestidos por sua mãe.
Por volta dos sete anos pegou em duas tábuas, fez uma cruz, deitou-se nela e pediu que o amar­rassem.
Na obra Olhando para trás, vejo Pascoaes, de sua irmã Maria da Glória, o poeta dedica às velhas árvores um carinho extremo:
«Outra coisa de que ele muito gostava de tratar, como a um enfermo, as árvores velhinhas sentindo-as reviver ao contacto das suas mãos. Junto à parede do seu quarto havia um lódão carcomido pelos anos; só tinha sinais de vida nas raízes. Pascoaes conhecia essa árvore desde criança; tinha por ela uma grande ternura e quis fazer tudo para a ressuscitar. Encheu-lhe os orifícios com barro fresco, ligou-os com cortiça e arame e todos os dias a regava. Hoje, é um lódão ressuscitado, uma árvore frondosa como dantes, cuja sombra das ramagens, nas noites de luar, lembra uma renda estendida no chão».
A criada Lucrécia contara-lhe estórias de almas penadas, diabos e bruxas, enchendo a sua imagi­nação de criança.

A Escola

Os diversos textos, assim como os depoimen­tos que trataram a relação poeta-escola coincidem no desinteresse e mal-estar que esta lhe provocava.
Nas aulas, acompanhado quem sabe se dos seus fantasmas, distraía-se, evadindo-se, por certo, em formas de pensamento mágico.
Seu pai, uma vez mais identificado com o que desagrada ao poeta, obrigava-o «... a estudar, logo ao romper do dia, à luz duma candeia bruxu-leante nas gélidas manhãs de inverno» (...) «... tinha que ir a pé, de madrugada, pela estrada fora, coberta de gelo, até à vila de Amarante, ao Largo do Campo da Feira, onde o Padre Sertório tinha a sua escola. Ia muito encolhido e tímido, como o próprio se descreve nas Memórias. Se não fossem aquelas madrugadas, a sua vida na aldeia tinha sido completamente feliz; mas todo o dia pensava na ida para a escola na manhã seguinte» (Pascoaes, de Maria do Carvalhal).
Neste excerto é evidente a associação da esco­la ao pai e do pai à autoridade, ao dever, ao invés de sua mãe, que está ligada à aldeia, à casa.
As aulas eram um suplício. E, alheio, o poeta lá deixava correr as horas enquanto, aos poucos, ia configurando a paisagem do Marão.
Esta aversão à escola vai perdurar mesmo para além da Universidade.
A ida para a escola era, por certo, a passagem do natural para o artificial. Mas lá foi passando... nos exames.
No Liceu, em Amarante, reprova no exame de Português e o seu professor confessa «que ele não sabia e era incapaz de vir a saber» (Pascoaes de M. C.).

A Solidão

De tenra idade, o poeta começa a demonstrar uma visão muito particular da realidade.
O seu apego ao passado (ainda criança) não deixa já de se impor como característica primeira do seu modo de ser. É o poeta quem, no seu Diário de Memórias, no-lo revela:
«Tinha sete anos. Entre mim e os outros não havia distância. Eu era tudo e todos. Coisas de pessoas que eu amasse, adquiriam logo o encanto do meu ser, que não era ainda corpo e, muito menos um esqueleto; era uma impressão alada e viva, irmã da luz.
Convivia com fantasmas nascidos da minha tristeza, essa manhã de nevoeiro. Falavam-me. As vozes tinham baixos relevos de silêncio e alturas vagas de luar. Sugeriam-me, como ainda hoje me sugerem, sentimentos que excedem a dor e a ale­gria e esfumam a nossa presença humana, no outro mundo» (Livro de Memórias).
Maria do Carvalhal acrescenta ao tema proposto:
«Sempre que apareciam visitas o menino refu­giava-se na solidão dos montes. O Pascoaes que, mais tarde, era tão comunicativo e falador, em criança era sisudo e cabisbaixo» (Pascoaes).
Mais uma vez se torna evidente o desajusta­mento do pequeno Joaquim em relação ao mundo dos adultos - o do pai. Procura a solidão e o silên­cio.
E o seu mundo de fantasmas aos poucos a for­mar-se. Com a palavra escrita aumentarão as suas capacidades intelectuais, transformando a palavra, também ela, num fantasma.
«O mundo primitivo» (a mãe boa, fonte de vicia), mais tarde natureza humanizada, em breve será a Eva Futura, a do mito religioso da Saudade, que tentará dar voz às correntes inconscientes da alma colectiva.

In: O Fantasma de Pascoaes

10 Comments:

Blogger cai huanglin said...

caihuanglin20150327
michael kors handbags
retro 9
michael kors outlet
louis vuitton outlet online
polo ralph lauren
christian louboutin sale
michael kors outlet
fitflop shoes
ray ban sunglasses
true religion jeans
timberlands
chanel uk
lebron shoes
jordan 5
mont blanc
michael kors outlet online sale
polo outlet
coach outlet
coach factory
coach outlet store online
louis vuitton outlet
cheap nfl jerseys
hollister clothing
fitflops
coach outlet store online
ray ban canada
celine
michael kors uk sale
michael kors outlet online
louis vuitton outlet stores

4:17 da manhã  
Blogger zhengjunxia said...

2015-6-8 zhengjx
chanel outlet
mont blanc pens
burberry outlet
ray ban outlet
true religion jeans
michael kors
coach factory outlet
coach factory outlet
cheap jordans
hollister clothing
coach factory outlet
toms outlet
kate spade uk
ray ban glasses
chanel bags
cheap ray ban sunglasses
pandora jewelry
michael kors
toms shoes
burberry outlet online
cheap oakleys
pandora jewelry
ralph lauren outlet
burberry handbags
true religion outlet
oakley sunglasses wholesale
coach outlet
replica watches
tory burch shoes
burberry sale

1:01 da manhã  
Blogger Dongdong Weng said...

20156.15dongdong
cheap toms
nike air max
louis vuitton outlet
ray ban sunglasses
burberry outlet
toms shoes
polo ralph lauren
true religion
coach factory outlet
coach factory outlet online
michael kors bag
michael kors uk
coach outlet
ray ban sunglasses uk
hollister clothing
air jordan 11
oakley vault
abercrombie
jordan 11 concord
coach factory outlet
louis vuitton
kate spade outlet
red christian louboutin
gucci handbags
cheap jordans
louis vuitton handbags
cheap jordans
air jordan 13
oakley sunglasses
nhl jerseys
kobe bryant shoes
jordan 4
cheap jerseys
louis vuitton
prada
burberry scarf
coach factory outlet
caoch outlet

12:58 da manhã  
Blogger Gege Dai said...

15.07.15daigege
coach outlet store online
nike air max
gucci borse
coach outlet
ed hardy clothing
chanel outlet
tory burch outlet online
michael kors outlet online
borse louis vuitton
michael kors handbag
true religion
prada outlet
ray ban wayfarer
ray ban sunglasses
jordan shoes
cheap oakley sunglasses
true religion jeans
cheap oakleys
polo ralph lauren outlet
longchamp handbags
burberry handbags
toms shoes
oakley sunglasses outlet
nike tn pas cher
michael kors handbags
michael kors outlet
air jordan
air max 90
cheap jerseys
ralph lauren
louis vuitton
nike blazer low
sac longchamp
nike blazer
ed hardy
kate spade bags
hollister clothing store
true religion sale
tory burch outlet
ray ban outlet

1:48 da manhã  
Blogger xumeiqing said...

151222meiqing
nike free run
ugg slippers
uggs boots
louis vuitton outlet
cheap ugg boots
hollister kids
louis vuitton
uggs for women
kate spade handbags
louis vuitton outlet
michael kors
uggs australia
kobe bryant shoes
louis vuitton handbags
oakley sunglasses
cheap uggs
polo ralph lauren outlet
ugg outlet
canada goose outlet
coach factory outlet
uggs clearance
uggs for sale
pandora jewelry
replica watches
air max 90
coach outlet store online
louis vuitton
louis vuitton handbags
nike air max
canada goose outlet
giuseppe zanotti sneakers
michael kors outlet
ugg boots
michaek kors outlet
hollister uk
gucci shoes
ugg australia
louis vuitton handbags
the north face
polo ralph lauren

7:22 da tarde  
Blogger Nike Free said...

Jordan Retro 8 Concord
Air Jordan 4 Alternate 89
coach outlet store online
coach outlet online
2015 michael kors outlet
Michael Kors Cheap
Michael Kors Sale
michael kors tote
Michael Kors Outlet Locations
michael kors uk
Nike Basketball Shoes
nike hyperdunk 2015
nike outlet
cheap nike air max
nike free 3.0
nike free 5.0
red sole shoes
christian louboutin online
mbt shoes sale
mbt Shoes
fitflop shoes
fitflops on sale
Huaraches Nike
Kobe 9
christian louboutin 2016
christian louboutin sale
cheap jordans
jordans 2016

5:36 da tarde  
Blogger roba. gad3 said...

https://decor-ksa.com/laser-railings/
https://decor-ksa.com/iron-railings/
https://decor-ksa.com/stainless-steel-handrail/
https://3kary.com/property-status/land-for-rent/

2:18 da tarde  
Blogger roba. gad3 said...

https://3kary.com/property-status/land-for-sale/
https://3kary.com/property-status/commercial-land/
https://3kary.com/property-type/lands/

2:39 da tarde  
Blogger Unknown said...

jordan shoes
ugg outlet
oakley sunglasses
rolex replica
ugg outlet
coach outlet
abercrombie and fitch kids
new york knicks
reebok shoes
washington redskins jerseys
20170416

11:16 da tarde  
Blogger raybanoutlet001 said...

mont blanc outlet
ugg boots
nike air max 90
fitflops sale
ugg boots
rolex replica
ugg outlet
cheap ugg boots
pandora outlet
true religion outlet store
2017.7.24

6:18 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home